Cor dos Dentes

cor dos dentes

Na primeira dentição os dentes são geralmente mais claros. A razão é porque são menos mineralizados e porque predomina na sua composição mais carbonato e menos cálcio.

Na infância, quando caem os primeiros incisivos, os dentes definitivos que os substituem nascem mais amarelos e contrastam com os dentes de leite adjacentes.

A parte mais branca do dente é o esmalte da coroa. A dentina que fica por baixo é ligeiramente mais escura. Quanto maiores forem os cuidados no sentido de preservar o esmalte mais brancos se mantem os dentes ao longo da vida.

O esmalte não se renova nem se recupera e por isso a sua agressão deve ser evitada.

Como preservar o esmalte dos dentes ?

  • Aconselham-se pastas de dentes pouco abrasivas e escovas macias. Escovar os dentes com escovas duras significa que pode causar dano no esmalte, exercendo a ação de uma lixa que desgasta e mostra o interior do dente que é dada pela dentina. Este interior pode ser amarelado ou acinzentado. Isto varia de individuo para individuo.
  • Os branqueamentos dentários podem ser feitos mas sem abusar do procedimento. O ideal é que na sua composição predomine o peroxide de carbamida na percentagem máxima de 16% e estes branqueamentos sejam feitos com supervisão médica.

Que fatores afetam a cor do dente ?

  • Antibióticos nomeadamente a tetraciclina.
  • A demasiada ingestão de fluor e o excesso de alguns sais minerais presentes na água.
  • Corantes e ingredientes presentes na composição de bebidas que atacam o esmalte.
  • Com a idade os dentes tornam-se mais escuros quer devido ao desgaste da mastigação quer pelo uso de escovas e pastas abrasivas.
  • O tratamento desvitalização pode ser responsável pelo escurecimento dos dentes. Quando se retira o nervo o dente tende a escurecer. É possível inverter este processo temporariamente através do branqueamento interno do dente. O branqueamento interno é muito eficaz, branqueia internamente o dente mas não dura a vida toda, o procedimento deve repetir-se de tempos a tempos.
  • A retração das gengivas pode causar mudança de cor. Esta retração é geralmente devida ao tártaro que expõe uma parte da raiz A raiz do dente não tem esmalte mas sim dentina e ao ficar visível parece que os dentes têm duas tonalidades: a coroa mais branca e a zona junto à raiz mais amarela.